NOVA COLEÇÃO PRIMAVERA / VERÃO

Se o outono-inverno já foi de tirar o fôlego, então prepare-se para se esbaldar nas trends da nova coleção primavera-verão 2019!

Como você já sabe, a Contramão Calçados está sempre antenada nas últimas tendências do mundo da moda, por isso, nossa coleção promete bombar seus looks nas estações mais quentes do ano! Separamos aqui três tendências que estão mega em alta para você ficar ligada no que vai precisar para curtir o melhor do verão em grande estilo:

Dad Sneakers

Eles são “diferentões”, a primeira vista um pouco estranhos, com uma pegada bem anos 80. Mas os dad sneakers viraram febre entre as fashionistas. Como o próprio nome diz, o “tênis de papai” lembra muito os tênis de corridas usados pelos pais lá pelos anos 80 e 90.

Na nossa nova coleção, oferecemos opções casuais em cores coringas como branco, preto e rose, mas também muitos modelos mais ousados, com detalhes metalizados, pedrarias e tudo aquilo que você só encontra nos calçados Contramão!

Transparência

Outra queridinha entre as fashionistas é a transparência, que começou no inverno com as botas feitas em material PVC e continua com força total no próximo verão, em modelos de sapatilhas e sandálias, perfeitas para deixar o look clean, moderno e feminino!

Mule

Eles não são exclusividade só para as adultas, o mule foi uma febre na Europa nos anos 90 e voltou com tudo. Um bom jeans + aquela t-shirt despojada e um mule fica super coolcomfy ? Use e abuse!

Tramados

Por serem vazados e bem fresquinhos, eles são uma ótima pedida para os dias mais quentes. Na nossa coleção, encontre em diversas formas: saltos flatforms, sapatilhas e sandálias. Peça chave que é a cara do verão!

Se você ficou babando com nossa prévia, acesse nosso site e confira a coleção completa que já está disponível! Fique ligada aqui no nosso blog, pois sempre tem news para deixar você antenadíssima nas tendências da moda:

www.contramao.com.br

 

 

 

0 Comentário - Postado em 11/09/2018 às 14:36h
Compartilhar:
Mais Notícias
Doenças respiratórias mais comuns no inverno, vamos proteger nossas crianças.
A estação mudou e a temperatura começa a diminuir,  o tempo tende a ficar mais seco e as crianças são as que mais sofrem com a incidência das doenças respiratórias,  tanto inflamatórias como alérgicas, fique atenta aos sintomas e ajude o seu filho a passar por isso. GRIPE Infecção dos pulmões e das vias aéreas,provocada pelo vírus influenza,  transmitido pelas gotículas da tosse ou do espirro da pessoa infectada. Sintomas:garganta irritada, tosse seca e congestão nasal,pode surgir febre alta e muita dor no corpo.  A maioria dos sintomas diminui em cerca de três ou cinco dias. Além do repouso,ofereça muito liquido para baixar a febre e aliviar as dores,  o pediatra pode indicar medicamentos específicos para ajudar no tratamento . Gripe e resfriado são doenças diferentes,os sintomas por mais parecidos que sejam, são mais fortes na gripe.  O resfriado comum pode ser causado por vários vírus, e não há vacina para eles. RINITE Inflamação da membrana mucosa do nariz. As causas podem ser alérgicas (se o sistema imunológico reage a algum fator ambiental,  como pó, bolor, pelo de animais, poluição) ou viral (quando há infecção por um vírus). Sintomas: Secreção e congestão nasal.  Nos quadros virais, também é comum haver tosse e febre baixa. O tratamento depende da origem do problema e especificidade de cada paciente, porém, em todas as situações,  a higienização nasal com soro fisiológico sempre é bem-vinda e ajuda a aliviar o desconforto. Prevenção :Hidratação, em casos alérgicos, é importante evitar o contato com a substância que provoca a reação do organismo.  Por isso, os médicos recomendam fazer um controle ambiental rigoroso,quando o problema é causado por pó e mofo,  você deve adequar a casa às necessidades da criança. Tirar cortinas, carpetes, tapetes e bichos de pelúcia,  deixar o ambiente arejado e passar pano úmido no chão diariamente são medidas que trazem efeitos benéficos. E ainda tem sinusite, bronquiolite, asma, conjuntivite, faringite ou amidalite,  a lista infelizmente é grande, então não deixe de conversar sobre isso com o pediatra de sua confiança.

Leia Mais
Comentários

Preencha os campos abaixo para enviar seu comentário.

Preencha os campos abaixo para enviar seu comentário.

Mais Notícias

Top