Doenças respiratórias mais comuns no inverno, vamos proteger nossas crianças.

A estação mudou e a temperatura começa a diminuir, 
o tempo tende a ficar mais seco e as crianças são as que mais sofrem com a incidência das doenças respiratórias, 
tanto inflamatórias como alérgicas, fique atenta aos sintomas e ajude o seu filho a passar por isso.
GRIPE
Infecção dos pulmões e das vias aéreas,provocada pelo vírus influenza, 
transmitido pelas gotículas da tosse ou do espirro da pessoa infectada.
Sintomas:garganta irritada, tosse seca e congestão nasal,pode surgir febre alta e muita dor no corpo. 
A maioria dos sintomas diminui em cerca de três ou cinco dias.
Além do repouso,ofereça muito liquido para baixar a febre e aliviar as dores, 
o pediatra pode indicar medicamentos específicos para ajudar no tratamento .
Gripe e resfriado são doenças diferentes,os sintomas por mais parecidos que sejam, são mais fortes na gripe. 
O resfriado comum pode ser causado por vários vírus, e não há vacina para eles.
RINITE
Inflamação da membrana mucosa do nariz.
As causas podem ser alérgicas (se o sistema imunológico reage a algum fator ambiental, 
como pó, bolor, pelo de animais, poluição) ou viral (quando há infecção por um vírus).
Sintomas: Secreção e congestão nasal.
 Nos quadros virais, também é comum haver tosse e febre baixa.
O tratamento depende da origem do problema e especificidade de cada paciente, porém, em todas as situações,
 a higienização nasal com soro fisiológico sempre é bem-vinda e ajuda a aliviar o desconforto.
Prevenção :Hidratação, em casos alérgicos, é importante evitar o contato com a substância que provoca a reação do organismo.
 Por isso, os médicos recomendam fazer um controle ambiental rigoroso,quando o problema é causado por pó e mofo,
 você deve adequar a casa às necessidades da criança. Tirar cortinas, carpetes, tapetes e bichos de pelúcia, 
deixar o ambiente arejado e passar pano úmido no chão diariamente são medidas que trazem efeitos benéficos.
E ainda tem sinusite, bronquiolite, asma, conjuntivite, faringite ou amidalite, 
a lista infelizmente é grande, então não deixe de conversar sobre isso com o pediatra de sua confiança.

0 Comentário - Postado em 05/06/2019 às 09:42h
Compartilhar:
Mais Notícias
Coronavírus, como se prevenir?
O que são Coronavírus? Os coronavírus são uma grande família de vírus que podem causar desde resfriados comuns até doenças respiratórias mais graves e de importância para a saúde publica como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS). O novo coronavírus descoberto em dezembro de 2019 na China (SARS-CoV-2) é o agente causador da doença pelo coronavirus 2019 (COVID-19). Como se prevenir?  Devem ser adotadas medidas gerais de prevenção e etiqueta respiratória, tais como: -Lave regularmente e cuidadosamente as mãos com água e sabão, ou higienize-as com álcool-gel 70%. Dessa forma é possível eliminar os vírus que possam estar na sua mão. -Mantenha pelo menos 2 metros de distância entre você e qualquer pessoa que esteja tossindo ou espirrando. Dessa forma é possível diminuir o risco de respirar gotículas respiratórias que contenham vírus, se a pessoa estiver doente.  -Evite tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.  -Certifique-se de que você e as pessoas ao seu redor pratiquem uma boa etiqueta respiratória. Isso significa cobrir a boca e o nariz com o antebraço ou com um lenço descartável quando tossir ou espirrar. Em seguida descarte o lenço usado imediatamente.  -Manter ambientes bem ventilados e evitar o compartilhamento de objetos de uso pessoal, com talheres, pratos, copos ou garrafas. Com isso você contribui para evitar a disseminação de doenças respiratórias. Como é feito o diagnóstico?  O diagnóstico do coronavírus é feito por meio da coleta de materiais respiratórios de pacientes classificados como casos suspeitos de COVID-19. As amostras são  encaminhadas para os Laboratórios Centrais de Saúde Pública (Lacen) dos Estados para realização de exames de biologia molecular para detecção do  RNA viral. FAKE NEWS Para evitar que mentiras sobre o coronavírus se espalhem, confirme se as mensagens que recebe são verdadeiras antes de repassá-las. Procure o canal Saúde sem Fake News, no endereço www.saude.gov.br/fakenews. lá você encontrara respostas oficiais e atualizadas. Caso não encontre sua dúvida no site, envie uma mensagem para o WhatsApp: (61)99289-4640. O disque saúde 136 também está funcionando 24 horas por dia durante os sete dias da semana, e está apto a esclarecer dúvidas sobre o coronavírus. A ligação é gratuita. O SUS desenvolveu um aplicativo que comunica informações sobre o COVID-19 e ainda realiza uma triagem virtual, indicando se é necessário ou não a ida a hospitais! Divulguem e bora defender esse sistema referência em saúde! iOS: https://apps.apple.com/br/app/coronav%C3%ADrus-sus/id1408008382 Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.datasus.guardioes Dica boa é dica compartilhada:           

Leia Mais
Comentários

Preencha os campos abaixo para enviar seu comentário.

Preencha os campos abaixo para enviar seu comentário.

Mais Notícias

Top