Doenças respiratórias mais comuns no inverno, vamos proteger nossas crianças.

A estação mudou e a temperatura começa a diminuir, 
o tempo tende a ficar mais seco e as crianças são as que mais sofrem com a incidência das doenças respiratórias, 
tanto inflamatórias como alérgicas, fique atenta aos sintomas e ajude o seu filho a passar por isso.
GRIPE
Infecção dos pulmões e das vias aéreas,provocada pelo vírus influenza, 
transmitido pelas gotículas da tosse ou do espirro da pessoa infectada.
Sintomas:garganta irritada, tosse seca e congestão nasal,pode surgir febre alta e muita dor no corpo. 
A maioria dos sintomas diminui em cerca de três ou cinco dias.
Além do repouso,ofereça muito liquido para baixar a febre e aliviar as dores, 
o pediatra pode indicar medicamentos específicos para ajudar no tratamento .
Gripe e resfriado são doenças diferentes,os sintomas por mais parecidos que sejam, são mais fortes na gripe. 
O resfriado comum pode ser causado por vários vírus, e não há vacina para eles.
RINITE
Inflamação da membrana mucosa do nariz.
As causas podem ser alérgicas (se o sistema imunológico reage a algum fator ambiental, 
como pó, bolor, pelo de animais, poluição) ou viral (quando há infecção por um vírus).
Sintomas: Secreção e congestão nasal.
 Nos quadros virais, também é comum haver tosse e febre baixa.
O tratamento depende da origem do problema e especificidade de cada paciente, porém, em todas as situações,
 a higienização nasal com soro fisiológico sempre é bem-vinda e ajuda a aliviar o desconforto.
Prevenção :Hidratação, em casos alérgicos, é importante evitar o contato com a substância que provoca a reação do organismo.
 Por isso, os médicos recomendam fazer um controle ambiental rigoroso,quando o problema é causado por pó e mofo,
 você deve adequar a casa às necessidades da criança. Tirar cortinas, carpetes, tapetes e bichos de pelúcia, 
deixar o ambiente arejado e passar pano úmido no chão diariamente são medidas que trazem efeitos benéficos.
E ainda tem sinusite, bronquiolite, asma, conjuntivite, faringite ou amidalite, 
a lista infelizmente é grande, então não deixe de conversar sobre isso com o pediatra de sua confiança.

0 Comentário - Postado em 05/06/2019 às 09:42h
Compartilhar:
Mais Notícias
5 razões para você começar a ler antes de dormir
Você sabia que a insônia não é mais um drama só de pessoas mais velhas? Os mais novos também estão tendo dificuldades para dormir. Assistir a séries e/ou usar o celular enquanto tenta pegar no sono é um perigo! A luz desses aparelhos eletrônicos atrapalha a produção de melatonina, hormônio que regula o sono. Então, já deu para perceber que se distrair naquele joguinho na cama, principalmente se o quarto já estiver todo escuro, não é uma boa ideia. Mas o que fazer?! Que tal reservar aquela uma horinha antes de dormir para ler um livro? Pode ser um mais leve ou até mesmo aquela leitura obrigatória que vai cair na prova. Abaixo, listamos algumas razões para você investir na leitura de um livro (nada de e-book, hein?) enquanto tenta pegar no sono. 1. É cientificamente comprovado que ler antes de dormir alivia o estresse De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Sussex, na Inglaterra, em 2009, o fato de você se desligar do mundo real ao ler um livro alivia as tensões musculares e ainda diminui o ritmo dos batimentos cardíacos. 2. Os olhos ficam cansados e as pálpebras pesadinhas Isso também acontece quando você passa muito tempo na frente da tela do celular, por exemplo. Mas aí é porque a luz interfere diretamente na sua visão. No caso da leitura de um livro, não há nenhuma luz direcionada para o seu rosto. É puro cansaço do soninho chegando… 3. A prática te deixa mais saudável a longo prazo Além de te deixar bem mais criativa, pesquisas comprovam que ler um pouquinho por dia exercita o cérebro e trabalha partes que, no futuro, poderiam ser afetadas pelo Alzheimer, doença que destrói progressivamente a memória. 4. O silêncio faz seu corpo relaxar Ver TV antes de dormir funciona para algumas pessoas, mas outras acabam não sentindo sono justamente pelo som que o televisor emite. Ao ler um livro, mesmo que você escute uma música baixinha ou aposte nos audiolivros, é diferente e o corpo também interpreta aquele som de outro modo. 5. O escurinho ativa a produção de melatonina Se você ainda não tem um abajur na sua cabeceira ou próximo à cama, talvez seja hora de investir em um de luz amarela. Além de criar um ambiente perfeitamente gostosinho para a sua leitura noturna, o combo “escurinho + livro” faz seu corpo produzir mais hormônio do sono e, consequentemente, relaxar. 6. A qualidade do sono melhora De repente, você pode até se empolgar e ler por mais tempo do que estava pretendendo (o que também não é muito bom, hein?), mas apenas 20 minutinhos bastam para o seu corpo já sentir o relaxamento causado pela leitura de um livro. A menor agitação afeta diretamente o seu sono, que se torna mais contínuo e com menos pesadelos.

Leia Mais
Comentários

Preencha os campos abaixo para enviar seu comentário.

Preencha os campos abaixo para enviar seu comentário.

Mais Notícias

Top