Doenças respiratórias mais comuns no inverno, vamos proteger nossas crianças.

A estação mudou e a temperatura começa a diminuir, 
o tempo tende a ficar mais seco e as crianças são as que mais sofrem com a incidência das doenças respiratórias, 
tanto inflamatórias como alérgicas, fique atenta aos sintomas e ajude o seu filho a passar por isso.
GRIPE
Infecção dos pulmões e das vias aéreas,provocada pelo vírus influenza, 
transmitido pelas gotículas da tosse ou do espirro da pessoa infectada.
Sintomas:garganta irritada, tosse seca e congestão nasal,pode surgir febre alta e muita dor no corpo. 
A maioria dos sintomas diminui em cerca de três ou cinco dias.
Além do repouso,ofereça muito liquido para baixar a febre e aliviar as dores, 
o pediatra pode indicar medicamentos específicos para ajudar no tratamento .
Gripe e resfriado são doenças diferentes,os sintomas por mais parecidos que sejam, são mais fortes na gripe. 
O resfriado comum pode ser causado por vários vírus, e não há vacina para eles.
RINITE
Inflamação da membrana mucosa do nariz.
As causas podem ser alérgicas (se o sistema imunológico reage a algum fator ambiental, 
como pó, bolor, pelo de animais, poluição) ou viral (quando há infecção por um vírus).
Sintomas: Secreção e congestão nasal.
 Nos quadros virais, também é comum haver tosse e febre baixa.
O tratamento depende da origem do problema e especificidade de cada paciente, porém, em todas as situações,
 a higienização nasal com soro fisiológico sempre é bem-vinda e ajuda a aliviar o desconforto.
Prevenção :Hidratação, em casos alérgicos, é importante evitar o contato com a substância que provoca a reação do organismo.
 Por isso, os médicos recomendam fazer um controle ambiental rigoroso,quando o problema é causado por pó e mofo,
 você deve adequar a casa às necessidades da criança. Tirar cortinas, carpetes, tapetes e bichos de pelúcia, 
deixar o ambiente arejado e passar pano úmido no chão diariamente são medidas que trazem efeitos benéficos.
E ainda tem sinusite, bronquiolite, asma, conjuntivite, faringite ou amidalite, 
a lista infelizmente é grande, então não deixe de conversar sobre isso com o pediatra de sua confiança.

0 Comentário - Postado em 05/06/2019 às 09:42h
Compartilhar:
Mais Notícias
Comentários

Preencha os campos abaixo para enviar seu comentário.

Preencha os campos abaixo para enviar seu comentário.

Mais Notícias

Top